Participe do XVII Congresso Estadual Jubilar da RCC-SC

Estamos nos aproximando do evento mais importante realizado pela Renovação Carismática Católica (RCC) de Santa Catarina. Dias 6, 7 e 8 de setembro. Jesus te espera no XVII Congresso Estadual! Este ano, por celebrarmos 50 anos de RCC no Brasil, o Congresso será uma edição jubilar.

O encontro inicia na sexta-feira (06), às 20h com a Santa Missa. Acontecerá no Sul do Estado, na cidade de Tubarão, Arena Multiuso Prefeito Estêner Soratto da Silva, rua Manaus, nº 172, bairro Vila Moema. Tendo como tema “O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Rm 5,5), nos preparemos para viver o extraordinário do seu amor transformador sobre todo o nosso estado.

Luciana Neves, presidente do Conselho Estadual de Santa Catarina fala sua expectativa para este grande evento: “Neste ano, de maneira especial, vamos viver uma unção dobrada, porque viveremos juntos, o nosso Congresso Estadual Jubilar, onde celebraremos a festa dos 50 anos da RCC no Brasil! Preparemos nossos corações e nossas caravanas para vivermos essa experiência poderosa do amor de Deus neste Congresso”, ressalta.

Esta é a 17a. edição do congresso que tem como intuito fortalecer a unidade entre os membros do Movimento e com a RCCBRASIL. O encontro é destinado a todos os servos, membros de Grupos de Oração e o público em geral. Dentro de várias atrações que teremos neste evento, vamos ter simultaneamente o Congressinho Kids, para que os pais possam participar do evento com tranquilidade, enquanto suas crianças estão sendo evangelizadas e também faremos uma comemoração mais que especial dos 25 anos do Ministério de Universidades Renovadas no Brasil.

Fonte: RCC SC e Arquidiocese de Florianópolis

Mensagem da Rede Eclesial Pan-Amazônica sobre queimadas na Amazônia

A Rede Eclesial Pan-amazônica (Repam) divulgou um comunicado, neste domingo (25/08), sobre a grave situação na Amazônia.

Segue o texto:

São Paulo, Lima e Quito, 25 de agosto de 2019

Nestes dias os incêndios na Amazônia tem tomado dimensões de extrema gravidade. Tem provocado reações em vários países, que através de seus governos expressaram sua preocupação e exigiram uma reação dos governos locais.

A Igreja também levantou sua voz pela Amazônia por meio de seus diferentes organismos. São várias notas publicadas nos últimos dias pelas Conferências Episcopais e pelo próprio Conselho Episcopal Latino-americano – CELAM que integra todos os bispos da região, bem como a Vida Religiosa, através da Confederação Latino-Americana de Religiosos – CLAR , Caritas América Latina, Adveniat, CIDSE, Civilta Católica, Notícias do Vaticano, Movimento Católico Mundial pelo Clima etc.

A Rede Eclesial Pan-Amazônica – REPAM, está ciente de que “atualmente, a mudança climática e o aumento da intervenção humana (desmatamento, incêndios e alteração no uso do solo) estão levando a Amazônia rumo a um ponto de não retorno” (IL 16). Por isso agradecemos profundamente a proximidade com a situação crítica em toda a Amazônia, especialmente no Brasil e na Bolívia nos últimos dias, com incêndios de enorme magnitude, e com todo o processo em direção ao Sínodo para a Amazônia, nos unimos aos diferentes pronunciamentos que em consonância com o Magistério do Papa Francisco, exortam a toda a humanidade a tomar consciência das sérias ameaças desta situação e a esforçar-se por cuidar da casa comum, levantando as suas vozes e encontrando caminhos concretos para uma ação pacífica mas firme, exigindo que ponha fim a esta situação.

“Maria, a mãe que cuidou de Jesus, agora cuida com carinho e preocupação materna deste mundo ferido. Assim como chorou com o coração trespassado a morte de Jesus, assim também agora se compadece do sofrimento do pobres crucificados a das criaturas deste mundo exterminadas pelo poder humano”(Laudato Si, 241).

Em comunhão sinodal

Dom Claudio Hummes OFM – Presidente
Dom Pedro Barreto SJ – Vice-presidente
Mauricio López – Secretário Executivo

Fonte: Rádio Vaticano

Concentração Arquidiocesana do Apostolado da Oração acontece em setembro

No domingo, 8 de setembro, o Apostolado da Oração promove a concentração arquidiocesana do movimento, no Centro de Evangelização Angelino Rosa (CEAR), em Governador Celso Ramos.

Promovido pela coordenação arquidiocesana do Apostolado, o evento favorece um encontro festivo com Jesus e com todos os participantes do Movimento espalhados pela Arquidiocese.

O tema deste ano será “Um coração para amar e servir – Um caminho com Jesus em disponibilidade apostólica” e terá início às 8h, com a acolhida aos participantes de todas as paróquias.

Programação completa

A concentração do Apostolado termina às 16h com a Missa presidida pelo Arcebispo Dom Wilson Tadeu Jönck, sjc, e concelebrada pelos sacerdotes presentes.

O valor do almoço será de R$ 20,00. A animação fica por conta do grupo de Música Maranatá, de São João Batista.

Informações: (48) 9 9912- 5870

Por Coordenação arquidiocesana do Apostolado da Oração

Alesc celebra os 50 anos do Movimento da Renovação Carismática Católica no Brasil

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC) realizou, na noite de quarta-feira (7), sessão especial em homenagem aos 50 anos de atuação do Movimento da Renovação Carismática Católica (RCC) no Brasil. A solenidade, realizada por solicitação da Mesa da Alesc, aconteceu no Plenário Deputado Osni Régis e reuniu lideranças políticas e eclesiásticas, representantes de órgãos públicos e de entidades de classe.

Na ocasião, foram homenageados com placas e certificados 26 personalidades que contribuíram para o fortalecimento do movimento, que surgiu nos Estados Unidos, no ano de 1967, a partir de uma proposta de retorno dos católicos aos princípios das primeiras comunidades cristãs.

Clique aqui para ver as fotos do evento.

Atualmente, conforme dados da própria Igreja, 11,3% dos católicos de todo o mundo seguem o Movimento, que no Brasil teve seu núcleo inicial na cidade de Campinas (SP), de onde se expandiu para todos os estados, totalizando 14 mil grupos de oração, 623 dos quais em Santa Catarina.

A presidente do RCC em Santa Catarina, Luciana Neves Pereira Alves, que falou em nome dos homenageados, destacou a vertente religiosa como um momento novo para a Igreja Católica e para os cristãos. Ela baseia-se na crença das manifestações do Espírito Santo, a terceira pessoa da Santíssima Trindade dos Católicos, junto com Deus Pai e Filho.

“O Espírito Santo é aquele que traz a alegria, que traz força, que traz vivacidade para a Igreja e para as pessoas. Então nós temos visto uma graça muito grande, famílias transformadas, jovens transformados, pessoas que se voltam para o bem. Isso é Renovação Carismática Católica”, disse.

A deputada Ada Faraco de Luca (MDB), por sua vez, afirmou que a Renovação Carismática possibilitou um retorno dos jovens à Igreja. “Como uma pessoa que é católica e que observa muito, vejo que o Movimento Carismático foi muito bom em função de que trouxe o jovem, que estava se afastando bastante. Então eu o parabenizo por esses 50 anos de existência e que cada vez mais a Igreja Católica, por meio do Movimento Carismático, traga jovens, que são o futuro do país e unem as famílias, o que é muito bom.”

Já o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Julio Garcia (PSD), que conduziu a sessão, qualificou o RCC como “uma nova forma de ver, sentir e promover uma sociedade melhor”. Neste sentido, ele afirmou que a solenidade é um reconhecimento ao trabalho realizado pelo Movimento. ”Nessa noite especial, renovo meus votos que possam continuar nesse caminho do bem e para o bem. O Poder Legislativo, em nome dos 40 deputados, é sensível a atividades que contribuem de forma tão significativa para conquistarmos uma sociedade mais justa, fraterna e humana. Fica a nossa mensagem de que se fortaleçam na missão de continuar plantando solidariedade e o amor ao próximo.”

Sérgio Carlos Zavaris, que atua como coordenador do Ministério Nacional da Fé e Política da Igreja Católica, agradeceu, em nome da RCC do Brasil, à Assembleia Legislativa pela iniciativa. “Em um momento em que o mundo passa por uma série de crises morais e de toda ordem, uma luz na sociedade precisa ser valorizada. Então eu creio que no aspecto da relevância, do que isso significa no mundo, é muito importante uma homenagem dessas, pois nos faz parar e refletir e nessa reflexão agradecer a Deus.”

Homenageados

  • Kátia Roldi Zavaris, presidente do Movimento Eclesial da Renovação Carismática Católica do Brasil;
  • Luciana Neves Pereira Alves, presidente do Conselho Estadual da Renovação Carismática Católica de Santa Catarina;
  • Padre Cláudio Peters, assessor eclesiástico da Renovação Carismática Católica de Santa Catarina;
  • Diácono Elias Dimas dos Santos, Fundador da Comunidade Arca da Aliança;
  • Padre Vicente de Paula Neto, moderador da Comunidade Bethânia;
  • Padre Márcio Alexandre Vignoli, fundador da Comunidade Divino Oleiro;
  • Dom Rafael Biernaski, bispo diocesano do município de Blumenau;
  • Dom Wilson Tadeu Jönck, bispo da arquidiocese do município de Florianópolis;
  • Dom Mário Marquez, bispo diocesano do município de Joaçaba;
  • Dom Jacinto Inácio Flach, bispo diocesano do município de Criciúma;
  • Douglas Cândido Réus, seminarista;
  • Richardson Cesconeto, secretário geral do Movimento da RCC de Santa Catarina;
  • Angélica Fiamoncini Nazari, coordenadora diocesana de Blumenau;
  • Ana Lucimar dos Santos Dallelaste, coordenadora diocesana de Caçador;
  • Thaís Juliane Furquim, coordenadora arquidiocesana de Florianópolis;
  • Bento Alano, coordenador diocesano de Joinville;
  • Marcelo Luís Bianchet, coordenador diocesano de Rio do Sul;
  • Alexander de Souza de Oliveira, coordenador diocesano de Tubarão;
  • Alice da Silva Carvalho, pioneira do movimento da RCC no estado;
  • Adriano José Mendes, coordenador estadual movimento da RCC no estado entre 2012 e 2015;
  • Sérgio Zavaris, coordenador do Ministério Nacional da Fé e Política;
  • Agenor dos Santos, presidente da Casa de Acolhida Manjedoura;
  • Ana Carla Senem Mafra de Almeida;
  • Claudecir Venazzi;
  • Irmã Sandra Mara de Paula;
  • Diácono Domingos Sávio da Silva Sena.

Por Alexandre Back
AGÊNCIA AL

Paróquia esteve presente no Encontro Arquidiocesano de Coroinhas

No último sábado, 03 de agosto, coroinhas de toda a Arquidiocese de Florianópolis reuniram-se para comemorar os 20 anos da Pastoral de Coroinhas e a abertura do mês vocacional. No Espírito da Ação Evangelizadora em Cada Comunidade uma Nova Vocação, o encontro foi marcado
pela oração e pela animação.

Sob o Tema: “Servi ao Senhor com alegria!” (Sl 99,2), crianças e adolescentes participaram da Santa Missa, presidida por Dom Wilson no início da manhã, adoraram a Jesus na Eucaristia, rezaram à Maria pela vocações, cantaram com muito vigor e participaram de momentos de animação.

O Evento foi organizado pela Coordenadora Arquidiocesana de Coroinhas, Irmã Clea Fuck, pelo assessor Espiritual da Pastoral de Coroinhas, Padre Paulo Stipp e pela Pastoral Vocacional, coordenada pelo Padre Vânio da Silva.

O encontro contou com a participação de 4.500 entre coroinhas, coordenadores e a Pastoral Vocacional, enchendo o CEAR em Governador Celso Ramos.

O grupo de Coroinhas da Paróquia São José e Santa Rita de Cássia estiveram presentes.

Colaboração de conteúdo: Ana Paula.

Agosto: Mês Vocacional, tempo especial de reflexão e oração pelas vocações e ministérios

Na caminhada vocacional, alguns eventos foram determinantes para a construção da identidade que, hoje, caracteriza o serviço de animação vocacional na Igreja do Brasil. O mês vocacional é um desses exemplos. Assumido em âmbito nacional, em 1981, por dioceses e regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), seu intuito é ser um tempo especial de reflexão e oração pelas vocações e ministérios.

Este ano, em específico, a inspiração principal do mês vocacional está em sintonia com o 4º Congresso Vocacional do Brasil que tem como tema “Vocação e Discernimento” e será realizado de 05 a 08 de setembro, no Centro de Eventos do Santuário Nacional Nossa Senhora de Aparecida, em Aparecida (SP).

Cada domingo do mês de agosto é dedicado à celebração de uma determinada vocação:

Primeiro Domingo – Vocações Sacerdotais – Dia do Padre  
O sacerdote age em nome de Cristo e é seu representante dentro daquela comunidade. Ao padre compete ser pastor e pai espiritual para todos sob sua responsabilidade. Pela caridade pastoral, ele deve buscar ser sinal de unidade e contribuir para a edificação e crescimento da comunidade de forma que ela torne-se cada vez mais atuante e verdadeira na vivência do Evangelho.

Segundo Domingo – Vocação Familiar – Dia dos Pais
Neste  domingo  celebramos a  vocação  da família na pessoa do pai.   Em  tempos de violência e perda de valores, a valorização da família é essencial para a sociedade  como  um  todo. A família  é chamada por  Deus a ser  testemunha  do amor e da fraternidade, colaboradora da obra da Criação.
O Pai na família é fundamental. Seu papel de educador, em colaboração com a mãe, é um dos pilares da unidade e bem estar familiar cujos frutos são filhos bem formados e conscientes do que significa ser cristão e cidadão. O pai é representante legítimo de Deus perante os filhos e é sua missão conduzi-los nos caminhos de Cristo, da verdade, da justiça e da paz. Cabe aos pais que o amor, compaixão e harmonia reinem no lar.

Terceiro Domingo – Vocações Religiosas – Dia da Vida Religiosa
No terceiro domingo do mês vocacional, a Igreja lembra dos religiosos. Homens e mulheres que consagraram suas vidas a Deus e ao próximo. Desta vocação brotam carismas e atuações que enriquecem nossas comunidades com pessoas que buscam viver verdadeiramente seus votos de castidade, obediência e pobreza. São testemunhos vivos do Evangelho.
Perseverantes, os religiosos estão a serviço do Povo de Deus por meio da oração, das missões, da educação e das obras de caridade. Com sua vida consagrada, eles demonstram que a vida evangélica é plenamente possível de ser vivida, mesmo em mundo excessivamente material e consumista. São sinais do amor de Deus e da entrega que o homem é capaz de fazer ao Senhor.

Quarto Domingo – Vocações Leigas – Dia dos Ministérios Leigos
Neste dia celebramos todos os leigos que, entre família e afazeres, dedicam-se aos trabalhos pastorais e também missionários. Os leigos atuam como colaboradores dos padres na catequese, na liturgia, nos ministérios de música, nas obras de caridade e nas diversas pastorais existentes.

Ser leigo atuante é ter  consciência do chamado de Deus a participar ativamente da Igreja e do Reino contribuindo para a  caminhada  e  o  crescimento  das comunidades rumo a Pátria Celeste.. Assumir  esta vocação  é doar-se  pelo Evangelho  e  estar junto a Cristo em sua missão de salvação e redenção.

Dia do Catequista
Nos anos em que o mês de agosto possui cinco domingos, a Igreja celebra neste dia o ministério do Catequista. Os catequistas são, por vocação e missão, os grandes promovedores da fé na comunidade cristã preparando crianças, jovens e adultos não só para os sacramentos, mas também para darem testemunho de Cristo e do Evangelho no mundo.

RCC realiza o 30º Kairós da Juventude

Nos dias 27 e 28 de julho, a Renovação Carismática Católica (RCC) da Arquidiocese de Florianópolis, por meio do Ministério Jovem (MJ), promoveu o Kairós da Juventude.

O retiro acolheu mais de 700 jovens de diferentes cidades, unidos por um único motivo: Deus. A 30ª edição do evento foi sediada na Forania de São José, na Paróquia Santo Antônio. Foram dois dias de oração, pregação da Palavra de Deus, adoração ao Santíssimo Sacramento, alegria e vidas transformadas.

Veja as fotos do sábado, 27.

A coordenadora arquidiocesana da RCC, Thais Furquim, explicou que a edição deste ano contou com novidades para surpreender a juventude carismática. Os workshops abordaram temas contemporâneos como depressão e a missão dos universitários no âmbito acadêmico. “Conseguimos perceber no olhar dos jovens o quanto eles foram tocados. Foi um Kairós diferente do habitual e temos certeza que dará muitos frutos”, afirma Thaís.

No domingo, 28, no RCC News, um formato de jornal que o MJ adotou para tratar de diferentes assuntos, desta vez contou com a participação da Dra. Zélia Castel, que falou sobre aborto e métodos contraceptivos.

O tema da 30° edição é do Evangelho de São Mateus, capítulo 5, versículo 14: “Vós sois a luz do mundo”. O coordenador arquidiocesano do MJ, João Santos, disse que ser luz é agir diferente e ser reflexo de Deus. “A missão do Ministério Jovem é mostrar que é possível ser santo e buscar a santidade. Para isso é preciso estar perto de Deus e assim vencer o pecado”, explica João.

O Kairós reuniu jovens das 13 Foranias da Arquidiocese, um deles é Allan Schmitz, da Forania Santo Amaro. O participante do grupo de oração “Jovens do Amanhecer” tem 15 anos de idade e esta foi a segunda vez dele no retiro. “Dessa vez pude sentir com mais intimidade o Espírito Santo agir sobre mim e os demais jovens. Já estou ansioso para o próximo ano”, afirma Allan.

O Grupo de Oração Jovens Yeshua da Paróquia São José e Santa Rita de Cássia, também esteve presente no 30º Kairós da Juventude e aproveitou de forma intensa este dia de grandes bênçãos.”

O Arcebispo Metropolitano, Dom Wilson Tadeu Jönck, celebrou a missa de abertura e deixou um recado para os retirantes: “Jovens, não desistam quando as coisas ficarem difíceis, Deus está com vocês e irá ensinar como serem santos”, afirma. Após dois dias de intensa oração, os jovens voltaram para casa com uma certeza: é possível ser santo, e que esta seja a meta de vida de todos os cristãos.

Por: Isabela Corrêa